David Swensen, um dos grandes investidores do mundo, morre

06/06/2021

O chefe do fundo patrimonial da Universidade de Yale morreu de câncer, aos 67 anos. Ele ajudou a reformular a forma como os investidores mais ricos do mundo administram seu dinheiro

David Swensen, chefe do fundo patrimonial da Universidade de Yale e um dos grandes investidores dos Estados Unidos, morreu de câncer, aos 67 anos. Ele ajudou a reformular a forma como os investidores mais ricos do mundo administram seu dinheiro. As informações são do jornal Financial Times.

Após passagens pelos bancos Salomon Brothers e Lehman Brothers, Swensen foi liderar seu escritório de investimentos, em 1985.

Na época, as doações normalmente eram administradas de forma conservadora, mas o chefe do fundo de Yale reformulou o modelo drasticamente e, com foco de longo prazo, investiu pesadamente nas indústrias nascentes de private equity e de fundos de hedge, que adotam estratégias mais arrojadas com o objetivo de obter os maiores retornos possíveis.

A abordagem do investidor foi tão bem-sucedida que revolucionou a forma como os investidores institucionais alocam seu dinheiro. O “modelo de Yale” se espalhou e ajudou a mudar a indústria de investimentos em geral.

“Com sua orientação, a doação de Yale rendeu retornos que o estabeleceram como uma lenda entre os investidores institucionais”, disse Peter Salovey, presidente de Yale, em um comunicado. “Um professor nato, ele preparou uma geração de investidores institucionais que lideraram escritórios de investimento em outras faculdades e universidades, ampliando ainda mais o escopo da influência de David.”

BY ALEXSANDER QUEIROZ SILVA
Fonte: Valor Investe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *