A importância da gestão ativa da sua carteira de investimentos

07/07/2020

Os cenários se alteram, sua vida muda – nada é permanente. Isso é um tanto filosófico, mas é assim que funciona para tudo, inclusive nos seus investimentos.

Aqui na SmartBrain temos discutido bastante sobre a importância das análises constantes das carteiras de investimentos, das boas pesquisas e escolhas de novos ativos e também da necessidade de rever as estratégias e promover mudanças ao longo do tempo.


Para a conquista de melhores resultados, mais alinhados com as suas necessidades e projetos pessoais, é essencial fazer uma gestão ativa do seu portfólio. Tenha uma visão abrangente da sua carteira. Um erro comum é que muita gente investe pensando muito nos ativos isoladamente e não na combinação deles, na diversificação. Por exemplo, uma aplicação de maior risco na carteira, pode gerar mais retorno ao portfólio, sendo que, no conjunto, esse risco pode ser mitigado por outras classes de ativos.

Para facilitar, vamos ver tudo isso na prática agora – a gestão ativa de uma carteira diversificada:

Vamos supor que em meados de 2017, um investidor tivesse investido em uma carteira diversificada com uma ação e um fundo de investimento de cada categoria – ações, multimercado, renda fixa e imobiliário.

Este é apenas um teste hipotético que fizemos no Advisor, nosso consolidador de investimentos, não se trata de uma recomendação de investimentos.

O investimento inicial desta simulação totalizou R$ 34.549,00, assim distribuídos:

Quase três anos depois, em 18/06/2020, a rentabilidade da carteira seria de 24,94%, acima do CDI (19,70%) e abaixo do Ibovespa (57,24%) no período.

Em termos financeiros, o ganho teria sido de R$ 8.616,52, totalizando R$ 43.165,52. Veja no gráfico do Advisor, o nosso consolidador de investimentos:

Mas imagine se esse mesmo investidor tivesse feito uma gestão ativa e trocado somente um dos ativos no período, após fazer análises, avaliar cenários e com a ajuda do seu assessor de investimentos.


Vamos supor que ele tivesse trocado uma ação, substituindo Itaú (ITUB4) por Via Varejo (VVAR3), em 20/06/2018.


Então, vamos considerar a venda de 100 ações do Itaú cotadas por R$ 40,11 e no mesmo dia a compra de 641 ações da Via Varejo a R$ 6,24 – o equivalente a cerca de R$ 4 mil da venda das ações do banco.

O resultado seria superior. A carteira teria um retorno de 40,24% no mesmo período, o dobro do CDI (19,70%) e abaixo do Ibovespa (57,24%).


Vale ressaltar que com a troca de apenas uma ação a rentabilidade da carteira subiu de 24,94% para 40,24%, gerando um ganho adicional R$ 5.285,99 em relação à estratégia anterior passiva, totalizando R$ 48.451,52.

Veja abaixo no Advisor:

Este exemplo mostra a importância de você que é investidor, fazer o acompanhamento contínuo da sua carteira e ter uma gestão ativa, ajustando sua estratégia, sempre que necessário e quando as oportunidades surgirem. Dessa forma você poderá aumentar seus ganhos bem como reduzir seus riscos.

Fonte: Blog SmartBrain

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *